Cabichui - Paraguai.

Descrição:

Título: Cabichui

Principais redatores: Juan Crisóstomo Centurión Y Marttínez; Natalício de Maria Talavera; padre Fidel Maíz

Imprenta: Assunção, Paraguai : Imprenta del Cabichui, 1867-1868

Periodicidade: 2 vezes por semana

Coleção: 1867 (ano 1, n. 22)

Resumo: O Cabichuí, era impresso pela "Imprensa Del Ejercito", no quartel general paraguaio de Paso Pacu, durante a Guerra do Paraguai (1865-1870). Foi fundado por Juan Crisóstomo Centurión Y Marttínez e Natalício de Maria Talavera e, juntamente com o padre Fidel Maíz, foram seus principais redatores. O periódico paraguaio teve 95 edições e foi publicado, entre 13 de maio de 1867 e 20 de agosto de 1868, extinguindo-se na cidade de San Fernando em decorrência do abastecimento de papel e da falta de mãos especializadas no Paraguai. O jornal circulava duas vezes por semana e a sua redação era no idioma espanhol excetuando alguns vocábulos, poesias e diálogos expressos em guarani. No Cabichuí encontramos ilustrações e caricaturas de importantes personagens que participaram da guerra contra o Paraguai. O jornal era distribuído em todo o território paraguaio e sua fama chegou rapidamente aos acampamentos argentinos, uruguaios e brasileiros. A sátira era a linguagem empregada pelos redatores do jornal com a intenção de proporcionar entretimento aos soldados nos acampamentos. O Cabichuí pode ser lido como uma importante fonte de pesquisa voltada para os estudos da história política e militar do Paraguai, assim como do Uruguai, Argentina e Brasil.

Referência completa: CABICHUI. Assunção, Paraguai : Imprenta del Cabichui, 1867-1868. 95 edições.

URI: http://brasiliana.usp.br/handle/1918/616

 

Novidades no Acervo

Corisco A Plataforma Corisco foi desenvolvida pelo projeto "Por uma Biblioteca Brasiliana Digital" (Fapesp, 2008-2010).

PRCEU USP FAPESP BNDES