Canto IV. O Inverno assim se adorna e desenruga. Rebelo, Diogo José (grav.).

Autor: Rebelo, Diogo José (grav.)

Colaborador: Tipografia Calcográfica, Tipoplástica e Literária do Arco do Cego (imp.)

Título: Canto IV. O Inverno assim se adorna e desenruga

Local de Publicação: Lisboa : Typografia Chalcografica, Typoplastica, e Litteraria do Arco do Cego

Ano de Publicação: 1801

Descrição Física: 1 grav. : estampa pb.; dimensões da imagem: 1210 x 1837 pixels; 72 dpi (resolução)

Idioma: Português

Resumo: Árvores e arbustos verdes de toda espécie: o goiveiro de inverno, em flor, uma estufa cheia de plantas em plena vegetação; tudo denota que a natureza se liga com a indústria humana para aformosear até os gelos do inverno.

Parte de: As plantas : poema de Ricardo de Castel

Direitos: Domínio público

Assunto:
Iconografia
Poema
Inverno
Árvores

URI: http://brasiliana.usp.br/handle/1918/038957_IMAGEM_005

Tipo: Imagem

Imagem
 
 
 
 
       

Corisco A Plataforma Corisco foi desenvolvida pelo projeto "Por uma Biblioteca Brasiliana Digital" (Fapesp, 2008-2010).

PRCEU USP FAPESP BNDES