Escravos! : versos francezes a Epicteto. Nabuco, Joaquim, 1849-1910.

Autor: Nabuco, Joaquim, 1849-1910

Título: Escravos! : versos francezes a Epicteto

Título alternativo: [Escravos! : versos franceses a Epicteto]

Local de Publicação: Rio de Janeiro : Typ. de G. Leuzinger & Filhos

Ano de Publicação: 1886

Descrição Física: p. 62-76

Série: (Propaganda Liberal. Série para o povo, v. 4)

Idioma: Português/Francês

Resumo: No auge da radicalização abolicionista e em meio ao domínio do Partido Conservador, que resistia à abolição, Joaquim Nabuco escreveu o quarto e último opúsculo de Propaganda Liberal. Série para o Povo. Em versos. Os poemas tinham sido declamados em evento abolicionista do Rio de Janeiro, o “banquete literário”, em 18 de março de 1886, em homenagem ao abolicionista Luiz Guimarães, a quem os versos vinham dedicados. Nabuco não ficou satisfeito com o resultado, julgando que os versos não tinham “forma prosódica definitiva”. Mesmo assim os publicou e jamais os reviu. Esse volume de Propaganda Liberal. Série para o Povo vinha, como os anteriores, acompanhado de um Registro Político, e deveria ser seguido de ao menos mais quatro panfletos, que Nabuco anunciou, mas aparentemente jamais redigiu. (Texto elaborado pela Profa. Dra. Angela Alonso)

Vinculado com: O eclypse do abolicionismo

Vinculado com: O erro do Imperador

Vinculado com: Eleições liberaes e eleições conservadoras

Direitos: Domínio público

Assunto:
Escravidão - Séc. XIX - Brasil
Poesia - Séc. XIX - Brasil

Assunto:
Slavery - Brazil - 19th century
Brazilian poetry - 19th century

URI: http://brasiliana.usp.br/handle/1918/01205940

Tipo: Folheto

Folheto
Modos de visualização:
Navegação:
Ir à página:
       

Corisco A Plataforma Corisco foi desenvolvida pelo projeto "Por uma Biblioteca Brasiliana Digital" (Fapesp, 2008-2010).

PRCEU USP FAPESP BNDES