Protesto contra o acto do Parlamento britânico, que sujeitou os navios brazileiros que fizerem o trafico de escravos ao Tribunal do Almirantado e a qualquer Tribunal de Vice-Almirantado dentro dos domínios de Sua Magestade Britannica. Abaeté, Antônio Paulino Limpo de Abreu, Visconde de, 1798-1883.

Autor: Abaeté, Antônio Paulino Limpo de Abreu, Visconde de, 1798-1883

Título: Protesto contra o acto do Parlamento britânico, que sujeitou os navios brazileiros que fizerem o trafico de escravos ao Tribunal do Almirantado e a qualquer Tribunal de Vice-Almirantado dentro dos domínios de Sua Magestade Britannica

Local de Publicação: Rio de Janeiro : Typ. Imperial e Constitucional de Villeneuve

Ano de Publicação: 1845

Descrição Física: 41 p.

Idioma: Português, Francês e Inglês

Resumo: Escrito pelo então ministro dos negócios estrangeiros, Limpo de Abreu, esse Protesto contra o bill Aberdeen é um dos principais documentos que marcaram a posição da monarquia brasileira em face do contrabando negreiro. Composto em português, francês e inglês, foi remetido à Grã-Bretanha, Estados Unidos, Portugal, França e Espanha, onde o representante brasileiro conseguiu inseri-lo na Gaceta de Madrid. Segundo alguns parlamentares, também recebeu elogios do afamado especialista em direito das gentes (hoje, direito internacional) Henry Wheaton. Toda a sua redação tem por objetivo demonstrar que a Grã-Bretanha não podia classificar de pirataria o contrabando realizado por brasileiros nem, portanto, aplicar o bill Aberdeen (aprovado em agosto de 1845).

Direitos: Domínio público

Assunto:
Escravidão - Brasil
Escravos - Comércio Negreiro - Brasil
Brasil - Relações exteriores - Grã-Bretanha

Assunto:
Slave trade - Brazil
Brazil - Foreign relations - Great Britain

URI: http://brasiliana.usp.br/handle/1918/00155000

Tipo: Folheto

Folheto
Modos de visualização:
Navegação:
Ir à página:
       

Corisco A Plataforma Corisco foi desenvolvida pelo projeto "Por uma Biblioteca Brasiliana Digital" (Fapesp, 2008-2010).

PRCEU USP FAPESP BNDES